Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dia do pai

por anajoao2006, em 31.03.09

Aqui ficam algumas fotos do Xavier na escolinha.


A pintar


a pintar.jpg


 Em casa pinta tudo fora do risco e é capaz de pintar um desenho inteiro de preto. Vejam que bem ele se porta na escolinha! Só para mais tarde recordar: as cores favoritas são o preto, o castanho e o roxo, embora também goste muito do amarelo e do cor-de-rosa !!!


 


A fazer a prenda do dia do pai


prenda pai.jpg


Realmente a prenda é muito gira, embora tenha sido feito mesmo pela professora, a Susana. O maior senão é que não fazemos a mínima ideia do que é ou para que serve! Enfim, fica a lembrança :)


 


Na festinha do dia do pai


Copiar e recortar o carrinho o pai ainda conseguiu...


dia pai1.jpg


 


O problema foi enfiar a linha na agulha (o Xavier até olha para o lado)!


dia pai2.jpg


 


Mas com a ajuda da professora, lá se safaram os dois!


dia pai3.jpg


 O Xavier só não gostou muito da segunda parte da festa (tinham que vir para o pátio dançar) e chorou bastante. O pai, apesar de ter ficado um pouco atrapalhado até o compreendeu, também não lhe apetecia muito dançar. Ao lanchinho final é que pai e filho não se fizeram rogados, principalmente quando há bolachinhas de chocolate! dia pai4.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:29

Ser o segundo filho

por anajoao2006, em 31.03.09

Ainda durante a gravidez, já foi possível perceber as diferenças entre ter o primeiro filho e ter o segundo.


Ser o segundo filho tem as suas desvantagens. A gravidez já não é vivida com a mesma leveza, já não nos sentimos no mesmo estado de graça. Também a disponibilidade para usufruir do nosso bebé, de conversar com ele, já não é a mesma. A maior parte das roupas e acessórios são usados (quase nem tinha direito a 1ª roupinha nova). Os artigos publicados no blog são menos, porque já não há muitas novidades e porque o tempo é mais dedicado ao mano grande.


Mas também tem grandes vantagens. Não têm que 'passar' tanto com a inexperiência dos pais. Ouvem a mãe falar muito mais durante a gravidez (ainda que a maior parte das vezes seja a ralhar com o irmão). Já têm companhia para brincadeiras. Têm direito a mais fotografias porque o papás finalmente compraram a máquina fotográfica para fotografar o mano grande.


Com certeza que a lista irá aumentar depois do nascimento e com o decorrer dos anos. Eu cá estarei para a completar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:47

Culpada

por anajoao2006, em 30.03.09

Desde que engravidei que desenvolvi um certo sentimento de culpa em relação ao Xavier. Ultimamente este sentimento tem vindo a crescer e embora eu racionalmente o veja como completamente despropositado, a verdade é que ele está cá. A sensação é de que estou a destronar o reizinho; que agora ele vai deixar de ser o centro do meu mundo. Mas será que é assim? Da mesma forma que eu imaginava amar muito o Xavier antes dele nascer e depois de ele nascer fui invadida por um sentimento que está bem para além do imaginável, será também possível que o meu amor não tenha que ser dividido, mas que dobre?


É uma dúvida que me tem levado a mimar demais o Xavier e isso tem-se reflectido no seu comportamento e na minha relação com o João (parece que estamos sempre em desacordo sobre a melhor atitude a tomar). Tenho ainda a esperança que este sentimento tenha alguma origem no fluxo hormonal decorrente da gravidez e que passe com o nascimento. Acho que só vou saber quando realmente acontecer.


Até lá fico com a consciência de que tenho que me retrair um pouco no excesso de protecção que estou a oferecer ao meu reizinho, porque só o prejudico. Tenho também que agradecer ao marido fantástico que tenho, não só por me aturar estas gravidezes atribuladas, como por manter o bom senso e a disciplina do nosso primogénito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:57

JÁ VIROU (de novo)!

por anajoao2006, em 27.03.09
Como tinha dito, na última consulta o Gabriel fez uma gracinha e sentou-se dentro da barriga da mãe. Pois hoje fui novamente a uma consulta, que seria para 'programar' o parto e o nosso Gabi já se virou novamente e está de cabecinha para baixo.

Eu já andava apavorada com esta ideia de ir para cesariana, principalmente sendo programada. O João até já estava fartinho de me ouvir: "tenho medo, tenho tanto medo... vão-me cortar ao meio, depois levam o bebé, depois não o posso amamentar logo, blá, blá". Eu até sei que não é nada de especial, mas era uma coisa que me fazia muita confusão.

Eu desconfio que o Gabriel tem é espaço a mais e por isso é que se vira ora para cima, ora para beixo e nem sequer pede licença! Talvez o que aconteceu até agora foi eu ter tido sorte de o ver sempre de cabecinha para baixo nas ecos, ainda que ele mude de posição com frequência. Esta situação pode de facto ocorrer devido à quantidade de líquido amniótico que tenho: é muito e permite grande liberdade de movimentos.

O lado bom da coisa é que eu ando com a cabecinha muito mais levezinha, sem pensar que vou ter que fazer cesariana e se eventualmente tiver que a fazer, pelo menos nao ando a pensar nisso com muita antecedência, só na altura!

E assim se passou mais uma consulta, num dia em que o Hospital de Gaia estava ao rubro e em que eu entrei às 11h e saí às 14h! O Hospital de Gaia no seu melhor!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:42

Lembrança

por anajoao2006, em 21.03.09

Agora que estou com esperança (é sempre a última a morrer) de dar uma nova vida a este blog, queria lembrar um apelo antigo:


"A todos


Olá a todos! (...) Como já foi dito, isto está muito morto... não há artigos novos.


Bom, para resolver isso nada melhor do que dar-vos essa possibilidade, escrever um artigo.


Não tenho a certeza se esta ideia vai pegar, mas aqui ficam login e pass:


 


Login: geral_galadriel


Pass: galadriel


 


Participem! Beijos"


 


in 'Galadriel, 09-12-2005"


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:35

O nono mês

por anajoao2006, em 21.03.09

Estamos na recta final.


Na ecografia das 34 semanas qual não é o meu espanto quando me disseram que eu tinha já um filhote com 3,200Kg. Ora bem, ainda faltavam 6 semanas até ao final da gravidez, portanto fiquei um pouco alarmada! Para além disso, foi-me diagnosticado também polihidrâmnios, ou seja, excesso de líquido amniótico. As causas desta "patologia" podem ser várias, desde coisas muito más como anencefalia (ausência de cérebro), alguma malformação ao nível digestivo que impede o bebé de engolir ou, na maioria dos casos, diabetes gestacionais da mãe. Em 65% dos casos não existe uma causa visivel para a ocorrência desta situação. Nestes casos, testam-se todas as hipoteses e o bebé é monitorizado com maior frequência. Ao Gabriel foi-lhe feito um ecocardiograma (11-03) e estava tudo OK! Fez também nova ecografia (13-03) e aqui é que as coisas começaram a mudar de figura. O que se detectou não foi nada relacionado com o hidrâmnios, mas uma dilatação no rim e ureter direitos. Fiquei logo doente. Passados 3 dias fui fazer nova ecografia (18-03), desta vez com uma pediatra especialista em nefrologia a assistir. Confirma-se hidronefrose e hidroureter.


 Como devem calcular, fazer uma ecografia a um bebé que está dentro do utero materno é tudo menos fácil, pelo que o Gabriel já está referenciado para ser visto pela tal pediatra (Dra. Graça) assim que nascer. Ainda não tenho muita noção do tipo de consequências que esta 'patologia' pode ter e também não me foi adiantado qualquer diagnóstico. No entanto, parece que é um caso relativamente comum, principalmente em rapazinhos. Pelo que eu consegui entender, estes casos poderão ter mais tendência a ter infecções urinárias devido à acumulação de urina nas vias urinárias. O caso será mais grave se a dilatação for grande e prolongada pois pode danificar o tecido do rim e assim este ficará com a sua função comprometida. É um caso em que teremos que aguardar para ver e não vale a pena stressar antes do tempo. A vantagem é que já foi detectado e será seguido logo à nascença por alguém especialista na área.


Outro teste que fiz foi a PTGO (Prova de tolerância à glucose oral). Para além dos 2-3 que normalmente se fazem durante a gravidez para despistar a existência de diabetes gestacionais e como a minha médica (Dra. Cristina) não acreditava que eu não tivesse diabetes, devido ao hidrâmnios e ao tamanho do Gabi, lá fui eu fazer a malfadada prova da glucose. Resultado: NEGATIVO (de novo). Ainda assim, fiquei proibida de comer açucar; isto inclui frutas açucaradas :( A realidade é que depois de saber o tamanho do Gabriel e de pensar que ele tinha que sair pelo mesmo sítio por onde saiu o Xavi que com 40 semanas tinha 3,000Kg... também me controlei muito bem para não tocar em açucar. Embora, devo confessar que é muito dificil, principalmente quando se vive com o João, que é viciado em açucar!


As boas notícias é que esta semana (ontem), na consulta com a dietista (Dra. Eva) tinha emagrecido um quilo, a prova da glucose estava negativa e ela ficou tão contente que estivemos na conversa sobre trivialidades durante uns bons 15 minutos. Ainda na consulta de ontem, descobri que o líquido amniótico não parece estar tão aumentado como na última ecografia (feita 2 dia antes, 18-03) e descobri também que o Gabriel fez uma gracinha e virou, ou seja, o garoto que esteve sempre cefálico (de cabeça para baixo, posição de saída) desde as 30 semanas, quando começa a chegar à 37ª semana, SENTA-SE! Parece que também não é muito anormal quando eles existe excesso de liquido, mas se permanecer nesta posição vai ter que nascer por cesariana e isso assusta-me muito.


Como se pode ver, isto tem sido um turbilhão de acontecimentos e estes são só os que estão relacionados com a gravidez. Enfim, o que desejo agora é não ter que me preocupar muito mais com esta gravidez. Quero que o Gabriel nasça, como tem que nascer e que todos os seus problemas se resolvam da melhor forma possível, para que todos possamos ter alguma tranquilidade e crescer como família.


Aqui ficam umas fotos da barriguita (I wish, é mais barrigona), com 35 semanas!


 


barriga f.jpg



barriga l.jpg


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:29

Diário dos papás

por anajoao2006, em 16.03.09

Achei por bem descrever um pouco da nossa situação aqui neste diário. Não tanto pelas pessoas que nos lêm mas mais pelas que nós temos esperança que nos venham a ler, os nosso filhotes, claro! O Xavier tem uma descrição detalhada de como era a nossa situação na altura em que o esperavamos e é justo que o Gabriel tenha o mesmo.


As coisas andam um pouco complicadas por cá. Eu estou em situação de bolsas de investigação constantes e desde o fim de Dezembro de 2008 que acabou a bolsa de investigação que eu tinha no âmbito de um projecto. Também é desde Dezembro de 2008 que sei que ganhei uma bolsa de doutoramento à qual me tinha candidatado. Isto é bom, claro que é, mas estamos no fim de Março e eu ainda não sei sequer quando vai ser celebrado o meu contrato no âmbito desta nova bolsa. Em termos práticos, estou sem receber desde o fim de Dezembro, o que nos complica um pouco as contas cá em casa. Como se tudo isto não bastasse ainda fui trabalhar Janeiro e Fevereiro, na esperança que a bolsa entretanto me viesse cair na conta, gastei bastante dinheiro (em proporção ao que ganhava --> nada!) em almoços e deslocações e no final nada; tive que ficar em casa. Telefonei para a FCT (entidade que concede a bolsa) e não têm qualquer previsão de quando irão rever o meu processo e enviar o contrato. Tudo isto é bem mais complicado, ou não estivessemos a falar de uma fundação do estado que concede dinheiro para o desenvolvimento da ciência, mas nem vale a pena entrat em muitas explicações. Posso só dizer que ainda não sei se tenho direito ao subsídio de maternidade, isto é, posso ficar sem receber de Janeiro até ao fim da licença de maternidade.


O pai João também vê o fim do seu contrato a 13 de Abril e não vai haver renovação. Está com umas ideias para montar o seu próprio negócio, através de um incentivo à criação do próprio emprego que consiste na atribuição das prestações do desemprego todas juntas. Isto tem dado muito que pensar, pois estando eu sem receber, se ele receber o dinheiro todo do subs. desemprego (e uma vez que tem que o investir), ficamos sem income até ao negócio do pai João dar frutos, o que não será imediatamente.


Aliado a tudo isto temos as nossas despesas, claro e alguns extras que têm surgido: um acidente de carro (onde ninguém se magoou, felizmente), a maquina do café deixou de aquecer, até o balde do lixo e a tampa da sanita partiram!


E ainda... fomos presenteados com a notícia que o Xavier vai ter que ser operado. O Xavi fez muitas otites / inflamações do ouvido durante este Inverno. Eventualmente conseguimos controlar as inflamações com anti-inflamatório e não tivemos que recorrer muitas vezes ao antibiótico. No entanto em conversa com a pediatra chegamos à conclusão que talvez fosse melhor o Xavier ser visto por um otorrinolaringologista. Lá fomos. Diagnóstico: adenóides muito grandes, audição diminuida 30%. Nunca pensei que ele já estivesse assim, aliás, nunca pensei / pensamos que ele estivesse com perda de audição. O médico foi extremamente sensato e disse que era a primeira vez que o via e que também ele se enganava, pelo que não queria estar já a indicá-lo para cirurgia, embora ele achasse que o caso assim o exige. Receitou um tratamento com glucocorticóides e antibiótico e será reavaliado dia 22 de Abril. Durante o tratamento com os glucocorticóides o Xavier melhorou a olhos vistos: deixou de ter corrimento no nariz, deixou de ressonar (eu até ia lá ver se ele estava a respirar pois não era normal eu não ouvir a sua respiração), começou a comer melhor e até estava mais bem disposto. Deixou o tratamento há 3 dias: já tem corrimento nasal e voltou a ressonar. Penso que o Xavi terá mesmo que ser submetido a cirurgia de redução dos adenóides e colocação de tubinhos de ventilação nos ouvidos. Confesso que imaginar o meu pequeno Xavier a ser submetido a uma cirurgia é algo que me apavora. Não é nada de complicado e tem uma recuperação super rápida, eu própria fui submetida à mesma cirurgia quando era criança, mas o meu filho... fico com o coração apertadinho só de pensar nisso.


Como dá para ver as coisas não andam fáceis, parece que este ano estamos em maré de azar. Tem vindo tudo ao mesmo tempo. Mas como diz o João, saldamos as nossas dívidas com o 'karma' este ano e o próximo ano vai ser espectacular. O que mais me chateia é ter andado tão stressada com tudo isto. Não faz bem a ninguém e sobretudo não faz bem ao Gabriel.


Ao escrever estas palavras e tentando transmitir a nossa situação toda de uma vez, já as coisas não me parecem tão negras, seja pelo desabafo, seja porque me estou a esquecer de várias coisas. A verdade é que tudo se resolve e as ajudas têm 'chovido' de todos os lados, somos realmente amados e é bom sentir isso.


Não sei qual a gravidez mais conturbada, neste aspecto, mas a verdade é que nenhum dos garotos se pode queixar ;)


E agora umas recordações que me deixam com a lágrima fácil.


Grávida do Xavier (não sei o tempo)


 grav xavi.jpg


 Xavier nos primeiros minutos de vida, ainda na sala de partos


sp.jpg


Xavier no dia seguinte


 euXavi.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

O Carnaval

por anajoao2006, em 09.03.09

Aqui ficam umas fotos do 'Xavié Pilata':


Em casa


 


pirata 1.jpg



pirata 2.jpg


"Eu sou o pirata da perna de pau, olho de vidro e cara de mau (ou quase)"


pirata cara mau.jpg


 


 No desfile da escolinha


pirata desfile.jpg


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:21


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031




Arquivos

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D