Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O nono mês

por anajoao2006, em 21.03.09

Estamos na recta final.


Na ecografia das 34 semanas qual não é o meu espanto quando me disseram que eu tinha já um filhote com 3,200Kg. Ora bem, ainda faltavam 6 semanas até ao final da gravidez, portanto fiquei um pouco alarmada! Para além disso, foi-me diagnosticado também polihidrâmnios, ou seja, excesso de líquido amniótico. As causas desta "patologia" podem ser várias, desde coisas muito más como anencefalia (ausência de cérebro), alguma malformação ao nível digestivo que impede o bebé de engolir ou, na maioria dos casos, diabetes gestacionais da mãe. Em 65% dos casos não existe uma causa visivel para a ocorrência desta situação. Nestes casos, testam-se todas as hipoteses e o bebé é monitorizado com maior frequência. Ao Gabriel foi-lhe feito um ecocardiograma (11-03) e estava tudo OK! Fez também nova ecografia (13-03) e aqui é que as coisas começaram a mudar de figura. O que se detectou não foi nada relacionado com o hidrâmnios, mas uma dilatação no rim e ureter direitos. Fiquei logo doente. Passados 3 dias fui fazer nova ecografia (18-03), desta vez com uma pediatra especialista em nefrologia a assistir. Confirma-se hidronefrose e hidroureter.


 Como devem calcular, fazer uma ecografia a um bebé que está dentro do utero materno é tudo menos fácil, pelo que o Gabriel já está referenciado para ser visto pela tal pediatra (Dra. Graça) assim que nascer. Ainda não tenho muita noção do tipo de consequências que esta 'patologia' pode ter e também não me foi adiantado qualquer diagnóstico. No entanto, parece que é um caso relativamente comum, principalmente em rapazinhos. Pelo que eu consegui entender, estes casos poderão ter mais tendência a ter infecções urinárias devido à acumulação de urina nas vias urinárias. O caso será mais grave se a dilatação for grande e prolongada pois pode danificar o tecido do rim e assim este ficará com a sua função comprometida. É um caso em que teremos que aguardar para ver e não vale a pena stressar antes do tempo. A vantagem é que já foi detectado e será seguido logo à nascença por alguém especialista na área.


Outro teste que fiz foi a PTGO (Prova de tolerância à glucose oral). Para além dos 2-3 que normalmente se fazem durante a gravidez para despistar a existência de diabetes gestacionais e como a minha médica (Dra. Cristina) não acreditava que eu não tivesse diabetes, devido ao hidrâmnios e ao tamanho do Gabi, lá fui eu fazer a malfadada prova da glucose. Resultado: NEGATIVO (de novo). Ainda assim, fiquei proibida de comer açucar; isto inclui frutas açucaradas :( A realidade é que depois de saber o tamanho do Gabriel e de pensar que ele tinha que sair pelo mesmo sítio por onde saiu o Xavi que com 40 semanas tinha 3,000Kg... também me controlei muito bem para não tocar em açucar. Embora, devo confessar que é muito dificil, principalmente quando se vive com o João, que é viciado em açucar!


As boas notícias é que esta semana (ontem), na consulta com a dietista (Dra. Eva) tinha emagrecido um quilo, a prova da glucose estava negativa e ela ficou tão contente que estivemos na conversa sobre trivialidades durante uns bons 15 minutos. Ainda na consulta de ontem, descobri que o líquido amniótico não parece estar tão aumentado como na última ecografia (feita 2 dia antes, 18-03) e descobri também que o Gabriel fez uma gracinha e virou, ou seja, o garoto que esteve sempre cefálico (de cabeça para baixo, posição de saída) desde as 30 semanas, quando começa a chegar à 37ª semana, SENTA-SE! Parece que também não é muito anormal quando eles existe excesso de liquido, mas se permanecer nesta posição vai ter que nascer por cesariana e isso assusta-me muito.


Como se pode ver, isto tem sido um turbilhão de acontecimentos e estes são só os que estão relacionados com a gravidez. Enfim, o que desejo agora é não ter que me preocupar muito mais com esta gravidez. Quero que o Gabriel nasça, como tem que nascer e que todos os seus problemas se resolvam da melhor forma possível, para que todos possamos ter alguma tranquilidade e crescer como família.


Aqui ficam umas fotos da barriguita (I wish, é mais barrigona), com 35 semanas!


 


barriga f.jpg



barriga l.jpg


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:29



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031




Arquivos

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D