Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O sim

por anajoao2006, em 11.01.06

Pois é, não foi propriamente um ‘sim’ mas um ‘aceito’. Estes casamentos do civil têm muito menos conversa do que os religiosos. Ainda que o nosso compromisso já tenha sido há muito assumido e consumado agora com a chegada do Xavier, a assinatura do contrato não deixa de ser marcante. Realmente foi um dia fantástico. As testemunhas (penso que terão o mesmo papel dos padrinhos do religioso) foram os meus irmãos, Rui e Tânia, de quem eu já falei aqui no blog. Apesar dos receios do meu (agora) maridão, as festas correram como não poderiamos esperar: MUITO BEM! A cerimónia do casamento no cartório foi simples mas bastante agradável, já que a senhora notário era bastante simpática. Não consegui esconder o sorriso durante todo o tempo e no final lá saltaram as lagrimazitas (acho que está tudo documentado em vídeo e com certeza também em fotos). O João poderá falar melhor do que eu, mas penso que também ele se emocionou com este evento.


Seguiu-se o almoço com a família, no restaurante O Nordeste Transmontano, já bem nosso conhecido de outras festas. Não tenho qualquer tipo de queixa da comida ou do atendimento, foram simplesmente 5 estrelas. Como não poderia deixar de ser os irmãos Couto deram um espectáculo com guitarras, bandolins, cavaquinhos e belas vozes. Depois da bela refeição e com uma música tão animada, quem curtiu foi o Xavier, que deu muitos saltos para mal da digestão da sua mamã. Mas os saltos compensam, eu senti-me óptima, muito feliz por ter todos juntos, numa reunião de alegria. Pelas 5 da tarde acabou o almoço. Os noivos tiveram que ir descansar para a 2ª parte das festividades.


Não posso deixar de agradecer a todos os que estiveram presentes, à banda privativa que animou o almoço e com grande orgulho digo que faz parte da família e aos meus pais e irmãos que trataram de toda a logística necessária e tornaram possível e memorável este casamento. Tenho sempre tendência a repetir-me quando se trata de falar deste quarteto, por isso vou deixar só um muito sentido agradecimento por tudo, mas principalmente pelo vosso amor.


Às 20h lá partimos rumo à Aguda. Ainda tivemos tempo para café e carioca, a ver se eu não adormeço. Chegados à casa d’Aguda fomos recebidos com confetis e arroz, atirados com tal vontade que pareciam uma chuva de pedrinhas. Estavam todos lá. Todos os que poderiam fazer falta estavam lá. A sala estava fantástica, até tive direito a bouquet e bolo de noiva. Correu tudo muito bem e ainda fomos presenteados com 1 fantástica noite de núpcias no Holiday Inn em Gaia, 2 aventais e uma foto de família (só vista)! Não é fácil descrever o estado de felicidade em que me encontrava. Tanto é que às 3 da manhã ainda estava de pé e bem acordada! É claro que a partir desta hora já o Xavi estava cansado e eu também. Chega a uma hora em que o peso da barriguita começa a ser demais e aparecem umas dorzitas. Quando finalmente abalamos para a noite de núpcias deparamos com o super-carro coberto de farinha e com bolo em todos os puxadores. Lembro só que a noite estava húmida e como tal a farinha em combinação com a humidade fez uma bela capa de cola em todos os vidros do carro. Aqui fiquei aborrecida (se dissesse aqui o que pensei na altura seria banida dos blogs do sapo, por isso uso este eufemismo), pus-me de lado e esperei que limpassem. O dia começou bem cedo, a barriga já estava a doer há uns minutos (demasiado longos), estava muito frio e só queria deitar-me. As fitas e o papel higiénico, as garrafas atadas ao carro, estava bem, mas o resto foi demais. Ok, resumindo, a noite acabou na estação de serviço do nó do Fojo com O Carequinha a lavar o carro. Muito obrigada Ricardo.


O dia seguinte foi para relaxar. Só nesse dia é que me apercebi do quão nervosa tinha estado todo este tempo. Ainda almocei, mas a partir daí tive que me manter a chá, fiquei com o sistema digestivo feito num oito e acho que até tive febre. Chegada a casa e depois de dormir 12 horas seguidas fiquei como nova!


Agradeço mais uma vez a todos os que participaram nesta festa a vossa presença é muito importante na nossa vida. Agradeço ainda à organização deste evento, foi incansável e demonstra sempre qualidades do mais alto nível em cada acção. Eu não sei quanto a estar casada, mas ADOREI casar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:36



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2006

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031




Arquivos

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D